O que sustenta uma amizade

Por Michele Müller

Sem o exercício da tolerância e sem a força da presença, as relações se mantêm frágeis e as amizades, superficiais. Proximidade não se conquista sem a capacidade de aceitar que pontos de vista inevitavelmente vão se desencontrar, que nossas fraquezas inevitavelmente vão aparecer e as dos outros possivelmente irão nos chatear.

O filósofo britânico David Whyte lembra que o valor da amizade está justamente nessa mútua e contínua compreensão.

Hugh Thomsson, old maids

“Os amigos permanecem próximos conhecendo nossas dificuldades e sombras. Oferecem companhia em momentos de vulnerabilidade mais que nos triunfos – quando estamos sob a estranha ilusão de que não precisamos deles. A amizade é valiosa justamente porque sua forma elementar é redescoberta muitas vezes por meio da compreensão e aceitação. Sem perdão e tolerância mútua e contínua, qualquer amizade morre”.

Michele Müller

10 maio 2017

Somos feitos do que nos quebra

Muito antes da palavra autoajuda entrar para o nosso vocabulário, quem estivesse em busca de ensinamentos sobre como viver encontraria conforto na filosofia. Procurar soluções sensatas para os

Michele Müller

28 fevereiro 2017

A fragilidade das certezas

Herman Hesse escreveu, sobre o bom leitor: “ele sabe que para cada verdade há um oposto que também é verdade. Sabe que cada ponto de vista intelectual é

Powered by tnbstudio