Como Franklin pode nos ajudar a fazer melhores escolhas e alcançar prosperidade

Por Michele Müller

Seis vídeos repletos de histórias e ensinamentos baseados na lista virtudes do pensador Benjamin Franklin formam o projeto de educação financeira Conversa Franca e estão disponíveis aqui no site para você assistir.

Mesmo tendo sido extremamente produtivo e bem-sucedido em empreendimentos tão diversificados, o pensador, cientista e político Benjamin Franklin tinha como um de seus grandes objetivos aprimorar-se como ser humano.

Para a nossa sorte, ele encontrou várias formas de nos oferecer a oportunidade de fazermos o mesmo, por meio de histórias, ensinamentos e aforismos publicados de diversos veículos da época – inclusive nos famosos almanaques anuais que ele criava.

As reflexões que ele nos deixou foram elaboradas a partir de uma lista de virtudes que criou para seu autodesenvolvimento, acompanhada detodo que possibilitou-lhe moldar e aperfeiçoar o próprio caráter de forma contínua, ao longo dos seus 84 anos.

Quando me deparei com seus escritos, temperados com humor e humildade, enxerguei ali uma fórmula acessível e atraente que pode, trezentos anos depois, servir como guia para nosso comportamento, nos capacitando a fazer melhores escolhas e a gerenciar melhor o tempo, as emoções e as finanças – qualidades necessárias para uma vida próspera.

Decidi então garimpar e compilar diversas situações vividas por Franklin e algumas histórias contadas por ele e organizá-las de acordo com as virtudes da sua lista, costurando esse material com os deliciosos aforismos – alguns dos quais eu cresci ouvindo sem conhecer a genialidade por trás de suas construções, embora ciente do efeito desses ensinamentos na minha formação.

Para minha alegria, o Sicredi abraçou a ideia e passou a oferecer o curso baseado no método Franklin a seus colaboradores e associados. O projeto cresceu e com o envolvimento de uma equipe supercompetente ganhou formato multimídia. Minha colega Thays Beleze, com quem apresentei o programa, trabalhou na adaptação do material e construção do roteiro.

O Conversa Franca é dividido em seis episódios, cada um abordando uma das virtudes da lista de Franklin: autodisciplina, produtividade, organização, ação, economia e relacionamentos. Além de contarmos histórias baseadas no pensador, eu e Thays conversamos com profissionais especialistas nos temas centrais, que nos trazem valiosas dicas e ensinamentos que nos ajudarão a construir prosperidade e qualidade de vida.

Para mais informações sobre educação financeira, sugiro a leitura do especial Na Ponta do Lápis, produzido pelo G1 com base em uma série de entrevistas que fizeram comigo e outros profissionais especialistas no assunto.

E para saber mais sobre meus outros cursos e capacitações, clique aqui.

 

De todas as ambições às quais o coração humano pode aspirar, não existe nenhuma mais nobre ou valiosa que o aperfeiçoamento do cará́ter ou a capacidade de fazer o bem.

Ben Franklin

Para assistir aos episódios, clique nos links abaixo de cada tema.

 

Autodisciplina

Não satisfazer os desejos de agora pensando no que é melhor para nós no futuro é, segundo, Franklin uma questão de amor próprio. É também questão de autodisciplina – fundamental para substituir hábitos ruins, relacionados ao que é prazeroso para mim agora, por hábitos bons, que garantem saúde financeira, física e mental no futuro.

 Se quiser viver bem, é preciso cuidar da sua felicidade agora e também no futuro e jamais construir uma sobre as ruí́nas da outra”.

Assista ao programa sobre autodisciplina acessando este link.

 

Produtividade

“Tempo é dinheiro”, ensinou Franklin em seu mais famoso aforismo. O tempo é um elemento essencial na virtude da produtividade. Saber administrá-lo, no entanto, é um grande desafio na era do excesso de informações e de distrações. Podemos começar colocando em prática um dos mais diretos e sábios ensinamentos de Franklin:

 Um hoje vale dois amanhãs; portanto, não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje”.

 

Assista ao programa sobre produtividade acessando este link.

 

Organização

A desorganização nos faz perder tempo, energia e dinheiro. Há várias formas de nos organizar para evitar procrastinação e ações desnecessárias, garantir a produtividade e um bom gerenciamento financeiro. Franklin nos ensina a mais básica:

Tenha um lugar para cada coisa e um horário para cada atividade”.

 

Assista ao programa aqui:

Assista ao programa sobre organização acessando este link.

Ação

Refletir sobre o que precisamos fazer para adquirir hábitos para uma vida próspera é um passo importante. Pensar em estratégias para isso é também fundamental. Mas tudo isso é fácil; difícil é por em prática. Pois, como dizia Franklin:

O dizer e o fazer tiveram uma briga e se separaram”.

 

Assista ao programa sobre ação acessando este link. 

 

Economia 

A temperança, ou seja, a sabedoria de dosar adequadamente pequenos prazeres sem se aproximar dos excessos, é o que garante a saúde financeira. A virtude da frugalidade requer organização e, principalmente, autocontrole no dia a diapois economizar não significa apenas evitar grandes gastos, e sim manter-se atento também aos pequenos. Como ensinou Franklin:

Um pequeno vazamento pode afundar um grande navio”.

 

Assista ao programa sobre economia acessando este link.

 Relacionamentos

Por mais que queremos, não temos controle sobre o que os outros sentem, pensam ou como agem. Temos, no entanto, controle sobre como reagimos às atitudes dos outros. Essa consciência resume a virtude da tranquilidade, fundamental para mantermos bons relacionamentos e, como consequência, uma vida saudável e próspera. Conforme nos ensina Franklin:

Não se incomode demais com bagatelas, incidentes comuns ou coisas que estão fora de seu controle.

Assista ao programa sobre relacionamentos acessando este link.

Michele Müller

27 setembro 2017

O que podemos aprender com aqueles que superaram dificuldades cognitivas

Se fôssemos ensinados, ainda crianças, a analisar nossos próprios processos cognitivos – ou seja, a forma como aprendemos novas informações e habilidades –, nossa relação com os estudos

Michele Müller

3 maio 2019

Por que entramos na era do criador

Segundo o economista Paulo Saffo, citado pela revista americana Forbes como um dos analistas de tendências mais respeitados da atualidade, a economia se divide em ciclos que remodelam

Powered by tnbstudio