Michele Müller

27 setembro 2017

Contra a rigidez e o conformismo

“Eu me contradigo? Pois bem, então me contradigo. Sou amplo, contenho múltiplas dimensões”, escreveu Walt Whitman em um de seus mais aclamados poemas. Virgínia Woolf também nos coloca

Michele Müller

24 agosto 2017

O conforto de ser compreendido

Sentir-se compreendido é diferente de se sentir respeitado. Respeito está entre os deveres, entre o que deve ser aprendido, ensinado e exercitado pela autoridade racional que controla as

Michele Müller

10 maio 2017

Somos feitos do que nos quebra

Muito antes da palavra autoajuda entrar para o nosso vocabulário, quem estivesse em busca de ensinamentos sobre como viver encontraria conforto na filosofia. Procurar soluções sensatas para os

Michele Müller

17 abril 2017

Crianças não aprendem escutando

O cientista cognitivo Steven Pinker alega, em seu livro O Instinto da Linguagem, que a linguagem está pré-programada nos humanos de tal forma que não conseguimos suprimir nossa

Michele Müller

10 abril 2017

Sobre a melancolia dos finais de domingo

Sobre o medo de não conseguir dar conta das próprias responsabilidades, de não acompanhar as mudanças do mundo, de não ser capaz de corresponder às exigências da vida,

Michele Müller

7 abril 2017

A ilusão do recomeço

O escritor Jonathan Fields, autor do projeto Good Life e de livros na área de desenvolvimento humano, faz uma excelente abordagem à importância de, ao invés de procurarmos

Michele Müller

12 março 2017

O que sustenta uma amizade

Sem o exercício da tolerância e sem a força da presença, as relações se mantêm frágeis e as amizades, superficiais. Proximidade não se conquista sem a capacidade de

Michele Müller

28 fevereiro 2017

A fragilidade das certezas

Herman Hesse escreveu, sobre o bom leitor: “ele sabe que para cada verdade há um oposto que também é verdade. Sabe que cada ponto de vista intelectual é

Michele Müller

27 fevereiro 2017

As possibilidades que o amor desperta

“A inspiração é uma visita que sempre chega de surpresa”, escreveu o filósofo e poeta irlandês John O’Donohue em sua mais conhecida obra, Anam Cara (Amigo de Alma),

Michele Müller

27 fevereiro 2017

Sobre a felicidade como objetivo

Não nos contentamos com o necessário, perdemos noção do suficiente. Aprendemos que podemos ser quem quisermos, que tudo é possível, que todos limites podem ser expandidos. Mas é

Powered by tnbstudio