Michele Müller

15 janeiro 2019

Como a ação tira as emoções do controle, segundo a terapia japonesa

A primeira vez que a tarefa de lavar a louça do almoço ficou a cargo do meu filho, na época com quatro ou cinco anos, não foi por

Michele Müller

19 dezembro 2018

Por que o tédio tornou-se tão incômodo

Durante toda a minha infância, as férias começavam e terminavam com uma viagem de dez horas. No trajeto até a casa da minha avó, geralmente feito de carro

Michele Müller

20 outubro 2018

Como nascem os preconceitos, como morre a empatia

A cena de alguém sofrendo – mesmo sendo um desconhecido em um filme de ficção – provoca uma ativação do network relacionado à dor em nosso cérebro. Se nossa

Michele Müller

19 outubro 2018

Como se proteger contra mentiras e artimanhas que influenciam suas decisões no mundo virtual

A capacidade de criar ferramentas para ganhar eficácia nas tarefas é um dos grandes diferenciais da espécie humana – um que nos permite expandir qualquer limite. Basta uma

Michele Müller

25 setembro 2018

O verdadeiro significado de interdisciplinaridade  

Quando pequena, desenrosquei o corpo de uma caneta e descobri que dava para ver o quanto havia de tinta no caninho. Mas o que parecia ainda mais fascinante

Michele Müller

31 julho 2018

O privilégio de crescer em um ambiente inclusivo

No decorrer de todo terceiro ano, meu filho foi o responsável por levar seu amiguinho com necessidades especiais até o banheiro nos finais de tarde, enquanto esperavam as

Michele Müller

7 junho 2018

Crianças precisam de pequenas doses de perigo

Diante das opções tentadoras de diversão eletrônica e da preocupação excessiva com a segurança, as crianças estão reduzindo drasticamente o tempo dedicado às aventuras nos espaços externos. Ao

Michele Müller

14 maio 2018

Para ganhar uma habilidade, não basta observar: é preciso praticar, testar, errar e repetir

Imagine uma criança em frente à televisão, assistindo a programas em alemão ou qualquer outra língua desconhecida, durante várias horas por dia. Em quanto tempo ela aprenderia a

Michele Müller

9 abril 2018

Por que as escolas devem investir em competências não acadêmicas

O desempenho acadêmico na infância está longe de ser garantia de uma vida bem-sucedida. Apesar de bem-vindas e desejadas, as boas notas – ao menos nos sistemas educacionais

Michele Müller

27 novembro 2017

Como lidar com a ansiedade gerada pelas relações virtuais

Apesar de não admitirmos, somos, em geral, péssimos ouvintes. E isso não é recente. Аo constatar que processamos apenas 25% do que nos é informado verbalmente, pesquisas realizadas

Powered by tnbstudio